Portaria virtual: veja como implementá-la em seu condomínio

31

mar 17

Portaria virtual: veja como implementá-la em seu condomínio

Você já ouviu falar no sistema de portaria virtual — ou portaria remota — para condomínios? Com base em uma reportagem publicada no portal Síndiconet, vamos abordar o assunto.

Em síntese, o sistema de portaria remota substitui a presença física de porteiros por agentes que, localizados em uma central, por meio de câmeras, controlam o acesso ao condomínio e monitoram a segurança do local 24 horas por dia.

Uma das grandes vantagens da adoção do sistema está na economia financeira: estima-se que pode chegar a mais de 50% do custo da folha de pagamento do posto de portaria

A portaria virtual daria certo no seu condomínio?
Antes de pensar nos prós e contras de adotar o regime, é preciso refletir sobre essa questão. Em grandes empreendimentos, com centenas de unidades, pessoas transitando por seus acessos durante todo tempo, ele não é indicado. Agora em condomínios menores, com até quarenta unidades, apenas um acesso de pedestres e outro para automóveis, o sistema é ideal. Além de terem logística mais simples, empreendimentos assim costumam ter a taxa condominial mais elevada — a economia, nesse caso, seria muito mais.

Mas, vale ressaltar que a implementação só dará certo se todos os moradores seguirem as normas de segurança à risca. Se isso não acontecer, inevitavelmente serão encontradas brechas na segurança, o que pode facilitar a ação de criminosos.

Como implementar a portaria virtual
Diminui-se a administração de pessoas, aumenta-se a dos aparatos tecnológicos. Lembre-se: a equipe que comandará a portaria estará em uma central, muitas vezes a quilômetros do condomínio. Por isso, para haver uma comunicação plena, é necessário investimento em Internet de banda larga, energia elétrica e tecnologia, conforme veremos a seguir:

  • Sistemas de biometria, chaveiros ou tags: normalmente são usados para o controle do acesso dos moradores ao condomínio
  • Abertura e fechamento remoto de portões: é por meio dele que o operador da central consegue abrir ou fechar os portões veiculares e de pedestre
  • Sistema de Internet e telefonia com backup: como toda a comunicação entre empresa e condomínio é feita via Internet e telefone, é fundamental que haja pelo menos duas opções de fornecimento, para não haver a interrupção do contato com a central. Além disso, a velocidade de transmissão é um fator crucial
  • Câmeras: um sistema de câmeras com qualidade de imagem em HD (alta resolução) que transmita imagens via Internet é impreterível para uma boa comunicação entre operador e condomínio
  • Gerador ou sistema de no break: se faltar energia, é importante que o condomínio tenha um pequeno gerador ou um sistema de no break, ao menos para os portões e equipamentos de segurança e comunicação
  • Proteção perimetral: preserva a área do condomínio, evitando a presença de invasores
  • Botão de pânico: trata-se de um sistema rápido e eficiente de acionar a empresa de portaria remota e, consequentemente, a polícia no caso de algum sinistro.

Portanto, leve tudo isso em consideração. É importante ressaltar que para implementar o sistema, é necessário que o síndico submeta o projeto à aprovação da assembléia do condomínio. Feito isso, para ajustar a prestação de serviço, considere um período de transição: substitua o porteiro da noite e o de domingo pelo sistema. Depois, fique sem porteiro físico durante todos os fins de semana. Assim, os moradores vão se acostumando com a novidade.

É importante observar que, para um melhor funcionamento do sistema da portaria virtual, é necessário manter um zelador ou funcionário de serviços gerais durante o dia, para auxiliar em algumas tarefas, como recebimento de encomendas e contas, limpeza das áreas comuns, acompanhamento de técnicos no condomínio, entre outros.

A Blocker está à disposição para ajudar o seu condomínio na avaliação de uma mudança para o sistema de portaria virtual. Faça contato conosco! Somos especialistas na prestação de diversos serviços para condomínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *